Trabalhos Técnicos

Sessões Orais


ID Título Autor Principal
(Empresa)
Resumo Apresentação Ver detalhes
(área exclusiva para Congressistas)
2020_0001 Dimensionar o impacto em uma campanha de manutenção em plataforma de exploração e produção de petróleo através da eliminação de calibrações de válvulas PSV. Renato Leal Marchiori
(empresa não informada)
Dentro de uma campanha de manutenção e segurança em uma plataforma de petróleo, será dimensionado e simulado o impacto de serviços de calibração de PSVs, e consequentemente, de que forma a redução cronológica aumenta o rendimento de uma unidade de manutenção e segurança, contribui para autossuficiência na integridade da unidade, para a segurança dos trabalhadores e reduz os custos operacionais da indústria petrolífera, de forma geral. As dimensões da pesquisa serão analisadas de forma quantitativa segundo cronograma e o resultado quantitativo dessa análise será associado a fatores como risco de acidente, segurança operacional e perdas de produção. Data: 26/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0005 Otimização da Estratégia de Manutenção da Linha de Extrusão: Uma Abordagem Prática da Metodologia RCM Jeverson Antônio Pilz
(empresa não informada)
Uma abordagem prática e pontual da Metodologia RCM em subconjuntos mais importantes da linha Data: 26/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0007 Gerenciamento da rotina do trabalho aplicado no setor de manuntenção industrial Johnathan Lima da Silva
(empresa não informada)
Utilizando a filosofia do sistema de gestão de qualidade, este artigo apresenta uma análise do gerenciamento da rotina do trabalho, consiste na aplicação do conceito de gerenciamento da rotina do setor de manutenção industrial. Com a aplicação desta metodologia de qualidade, conclui-se que o foco ocorrerá no nível operacional, buscando o atingimento na definição de responsabilidades e autoridades, padronização dos processos e monitoração de resultados e metas do departamento de controle e planejamento da manutenção. Data: 26/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0008 Análise modal operacional de um dolfim de atracação de navios Thiago Henrique
(Vale S.A.)
Desenvolvimento de uma metodologia para avaliação da rigidez de uma grande estrutura através da análise modal, através de uma técnica rápida e simples, sem paralisação da sua operação. Data: 26/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0010 Redução de incêndios em transportadores de correia através da mudança de revestimento dos rolos de impacto e de retorno no porto de tubarão Guilherme Pereira de Oliveira
(empresa não informada)
Através do histórico de análise de falhas de ocorrências de incêndio em correias transportadores no Porto de Tubarão, observou-se que a borracha presente no revestimento dos rolos de impacto e de retorno funciona como fonte de ignição para uma reação de combustão. Rolos de impacto e de retorno são tradicionalmente revestidos de borracha, inclusive respaldados por normas brasileiras e internacionais. Há um consenso de que a borracha é essencial para absorver a carga vertical do material nos rolos de impacto e para aumentar o atrito do rolo de retorno com a correia, ajudando o alinhamento da correia. Eliminar a borracha do revestimento destes rolos foi uma mudança deste paradigma. Contudo, através de premissas bem definidas, da utilização de normas e de validações técnicas com os principais fabricantes deste componente, foi possível desenvolver projetos de rolos de impacto e de retorno sem revestimento. A instalação dos rolos sem revestimento reduziu drasticamente o número de ocorrência de incêndio em transportadores. Nos equipamentos onde foram eliminados 100% dos rolos com revestimento não houve nenhuma ocorrência de incêndio desde 2016. Os rolos apresentaram bom desempenho operacional, sem aumento nas ocorrências dos modos de falha mais comuns – desgaste do rolo, falha de rolamento e desalinhamento de correia. Também houve ganhos secundários em custo e ergonomia, devido a redução do custo médio de aquisição e do peso dos rolos sem revestimento, respectivamente. Data: 26/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0012 Gestão de Prognóstico de Saúde do Equipamento Adaptativo como parte de Gestão de ativo: Predição da vida remanescente e do estado de saúde do ativo físico - Um Estudo de Caso de degradação de rolamento pro vibração Eduardo Calixto
(ECC)
O trabalho tem como objetivo demostrar a implementação da análise de prognóstico de saúde como parte da gestão de ativos físicos com objetivo de fazer a predição do tempo de vida útil remanescente e estado de vida de um equipamento quando o mesmo opera sob condições estremas de estresse. Para isso será demonstrado um estudo de caso de degradação de rolamentos por alta vibração. Data: 26/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0014 Inteligência Artificial aplicada a Manutenção 4.0: Unsupervised Machine Learning K-Means Cluster aplicado a optimização de plano de manutenção baseado na predição de vida útil remanescente do ativo Eduardo Calixto
(ECC)
A Inteligência Artificial aplicada a manutenção 4.0 tem como principal objetivo a transformação de dados em informação inteligente para os gestores de manutenção. A Machine Learning é dividida em Supervised e unsupervised. The Supervised Machine Learning tem como objetivo a classificação ou predição de uma varável, enquanto a Unsupervised machine Learning tem como objetivo a criação de clusters, ou dads agrupados. Esse trabalho tem como objetivo apresentar a importância da Unsupervised Machine Learning para optimização de planejamento de manutenção através do método K-NN baseado nos resultados de predição de vida útil remanescentes. Data: 26/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0015 Dispositivo de giro de roda dianteira de caminhões fora de estrada 793F para pré carga em rolamentos. Marcio Evangelista
(empresa não informada)
Com a competitividade de mercado cada vez mais em alta as mineradoras enfrentam a busca por soluções que aumentem a produtividade e segurança em seus processos. Aplicação de novas formas de executar nossas manutenções tem feito parte de nossas rotinas. O trabalho desenvolvido está relacionado a criação de dispositivo para auxiliar na atividade de pré-carga em rolamentos nas rodas dianteiras dos caminhões 793D e 793F da Caterpillar. Ate então os procedimentos adotados não traziam segurança para os colaboradores envolvidos, produtividade e muito menos confiabilidade para o equipamento. Pesquisamos no mercado e não encontramos nenhuma ferramenta que pudesse reverter esta situação. Nem mesmo o fabricante possuía uma ferramenta adequada para realização da pré carga do rolamento. Passamos por várias tentativas para mitigar estes efeitos negativos, mas melhorias implantadas organicamente não contribuíram de forma significativa para eliminação dos mesmos. Com a utilização de ferramentas de qualidade e controle no auxílio do desenvolvimento do projeto conseguimos desenvolver uma ferramenta capaz de eliminar mitigar todos os riscos, aumentar a produtividade e reduzir os custos envolvidos. Com um custo de R$10.500 conseguimos como ganhos direto eliminação do uso de empilhadeira na atividade, aumento na qualidade de execução da atividade, redução de 4 para 2 empregados envolvidos na execução da atividade, ganho de 30 minutos na execução da atividade ( o que corresponderia um aumento de movimentação de 52.200 toneladas de minério no ano de 2019) , ganho anual de 175 horas H/H de técnico de manutenção ( aproximadamente 21 dias trabalhados por um técnico de manutenção.). O próximo passo dado foi a solicitação de patente do dispositivo, pois não existe no mercado algo que faça essa função. Data: 26/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0016 Gestão de Ativos : Desenvolvimento, Aplicação e Benefícios das Auditorias Internas para Certificação em ISO 55001 Marisa Zampolli
(empresa não informada)
A diversidade de ativos e processos em uma empresa de distribuição de energia tornam-se desafiadores para a implantação e consolidação da gestão de ativos nos termos requeridos pela norma ISO 55001, porém os ganhos obtidos são fundamentais para gerar valor dentro da organização. Considerando a alta complexidade do ambiente regulado, a gestão de ativos é capaz de inserir a empresa dentro de padrões internacionais de desempenho através da integração de áreas técnicas, financeiras e operacionais no alcance de objetivos estratégicos. Obter uma certificação e mantê-la ao longo dos anos traz para a empresa assertividade aos seus planos de gestão em longo prazo, da mesma forma que assegura ao organismo regulador a melhoria contínua de seus processos através da gestão de riscos. Neste contexto, a metodologia de auditorias internas é uma aliada no monitoramento dos processos e na busca da melhoria contínua para que a certificação seja uma conquista perene ao longo dos anos. Data: 26/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0017 Melhoria de Performance e Desenvolvimento do Filtro do Ar Condicionado do VLT Carioca Renan dos Santos Moreira
(VLT CARIOCA)
A constante necessidade de desenvolvimento e nacionalização das peças sobressalentes do VLT Carioca provocou o início e o sucesso deste trabalho. A substituição do fabricante dos filtros originalmente importados do sistema de ar condicionado dos trens gerou diversos ganhos para a Companhia, como a redução de custos na aquisição dos filtros, aumento da eficiência de filtragem com a redução da perda de carga, aumento do tempo da vida útil (durabilidade do material), aumento da disponibilidade dos trens com a flexibilização do plano de preventiva, redução do HH (homem-hora) empregado na atividade de substituição e separação dos materiais dos filtros, além do ganho no aspecto ambiental na redução de geração de resíduos sólidos (eliminação de resíduos metálicos). Para tal, realizou-se testes nos próprios trens, ensaios em laboratório e medições biológicas, físicas e químicas da qualidade do ar no interior das composições. Seguiu-se as normas atuais, procedimentos e fluxos internos de desenvolvimentos de materiais e parâmetros de medições da qualidade do ar para ratificar a eficiência alcançada e garantir a qualidade do serviço prestado aos usuários do VLT Carioca, um modelo inovador de transporte público ferroviário implantado há pouco mais de 3 anos no centro do Rio de Janeiro. Data: 26/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0018 Hot Bolting e o Dispositivo Morsafe™ Rafael de Oliveira Carvalho
(empresa não informada)
O Hot Bolting consiste na remoção e substituição sequencial de parafusos em conexões flangeadas com a pressão operacional reduzida. É uma solução atraente para resolver problemas de integridade associados a parafusos corroídos, pois a manutenção pode ser realizada enquanto o ativo está operando. Essas práticas, entretanto, são potencialmente perigosas e o máximo de cuidado deve ser exercido no planejamento e execução dessas operações para garantir a segurança do ativo e de todo o pessoal. Ao considerar as aplicações potenciais para o Hot Bolting, quaisquer benefícios potenciais dessas atividades devem ser cuidadosamente avaliados em relação aos riscos. O dispositivo MorSafe™ foi projetado para aumentar a segurança e integridade durante o Hot Bolting, tornando-o uma solução para o crescente envelhecimento dos ativos. Data: 27/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0019 A importância da cultura prevencionista de falhas na era da indústria 4.0: estudo de caso com rotas de inspeção integradas com o sistema de manutenção. Maria Luiza Teixeira de Jesus Soares
(empresa não informada)
Neste artigo são apresentadas evidências da importância de se ter uma cultura de prevenção de falhas dentro das indústrias, com o objetivo de diminuir o número das manutenções corretivas, principalmente as emergenciais. Desta forma, este trabalho destaca a importância da cultura organizacional e apresenta uma ferramenta que auxilia na prevenção de falhas em equipamentos, as rotas de manutenção que fazem uso de dispositivos móveis e são integradas aos sistemas de gerenciamento, condizente com a era da indústria 4.0. Os resultados obtidos evidenciam diminuição das manutenções corretivas (de alto custo) superando a expectativa inicial, apresentando três casos de sucesso que juntos geram uma economia de R$ 271.000,00 no orçamento de manutenção. Por fim, conclui-se que implantar uma cultura de prevenção de falhas em indústria, combinado com uma boa liderança, trará muitos ganhos em termos de custos de manutenção e de qualidade da própria manutenção. Data: 27/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0020 Portfólio de ativos - uma visão simplificada aplicando a NORSOK Z-008 Alan Rômulo Silva Queiroz
(PETROBRAS)
O presente trabalho apresenta um método simplificado baseado na norma Norsok Z-008 para determinação do portfólio de ativos, sendo esta uma referência técnica que permite atender ao requisito da norma NBR ISO 55001 que trata da temática de definição do portfólio de ativos. O artigo apresenta os conceitos e a aplicação do método em um sistema de uma plataforma de petróleo. Data: 27/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0022 Engenharia de manutenção, fator importante na tomada de decisão – uma história de sucesso Francisco Oliveira
(empresa não informada)
Um transformador crítico de uma usina térmica, apresentou no primeiro ano de vida, elevados níveis de gases combustíveis na análise cromatográfica, com ênfase no Acetileno e na sequência ocorreram várias atuações de alarme do relé Buchholz. A engenharia de manutenção levantou as informações operacionais e manteve as equipes de O&M registrando os eventos relativos a esse transformador. Foi feito um estudo das análises cromatográfica e os resultados indicavam para falha térmica e elétrica. Verificou-se também que os alarmes do relé de gás ocorriam sempre que o tap estava numa posição ímpar, onde o reator interno do transformado é inserido nesse circuito. As inspeções de campo constataram que o transformador vibrava e tinha um ruído superior ao produzido quando estava em taps pares. Passou-se o comutador para condição manual e num tap par. Após a implantação deste procedimento operacional, nenhum alarme do relé de gás ocorreu mais, e os níveis de gases combustíveis, caíram significativamente confirmando as conclusões da engenharia, que o responsável pela formação de gases era o reator. Assim, foi cancelada a substituição do transformador, que estava programada na próxima parada geral de manutenção da usina, e o serviço de inspeção e testes em oficina, o que resultou numa economia da ordem de US$ 315mil e se evitou o impacto na ampliação do caminho crítico da parada. Data: 27/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0023 Dashboards: relatórios gerenciais visando facilitar a gestão das ordens de manutenção no SAP Kiyoshi Kuramoto
(empresa não informada)
Este artigo tem como objetivo apresentar uma metodologia para elaborar painéis interativos voltados à gestão da manutenção industrial. Também conhecidos como dashboards, estas ferramentas permitem obter o panorama das manutenções em execução na planta de forma rápida e visual. É possível montar modelos estatísticos e extrair indicadores operacionais, como: duração média dos serviços; quantidade média de atrasos; serviços concluídos mensalmente. Também é possível estratificar e identificar as áreas com o melhor e pior desempenho. Estas informações são úteis para o gestor de manutenção determinar quais são os recursos que faltam e onde podem ser empregados para obter o maior. No estudo de caso apresentado, os dados acerca da manutenção são armazenados no módulo PM do SAP, sistema ERP utilizado e conhecido mundialmente. Através de sua integração com o Visual Basic Script (VBS), é possível automatizar a leitura de dados no sistema e exportá-los em um único arquivo estruturado. Após esta etapa, utiliza-se uma ferramenta de análise analítica como o Microsoft Excel para executar o procedimento de business intelligence (BI) tratar, analisar e apresentar os dados de maneira que se obtenha conclusões ou insights voltados à tomada de decisão do processo de manutenção. Data: 27/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0024 Histórico de manutenção corretiva dos painéis de proteção e controle das unidades geradoras da ITAIPU Binacional Gabriel Trierweiler Ribeiro
(ITAIPU Binacional)
A usina hidrelétrica de ITAIPU é um participante essencial da geração nos sistemas elétricos Paraguaio e Brasileiro. A maior parte de seus equipamentos entrou em serviço na década de 1980 e tem-se um histórico de dados com registros de manutenção de aproximadamente 40 anos. Dentre estes equipamentos estão os equipamentos de proteção e controle, essenciais para o correto funcionamento das unidades geradoras, como as funções de partida, parada, e proteção contra falhas. Este trabalho contribui com uma análise do histórico de manutenções corretivas nos equipamentos de proteção e controle das unidades geradoras, apresentando taxas de falha, defeitos, tempo médio entre falhas e outros índices. Os resultados indicam padrões que podem ser observados de acordo com as características construtivas, tecnologia, e operacionais dos equipamentos. Além disso, os resultados podem ser utilizados para reavaliação de periodicidades de manutenções preventivas e para estratégias de modernização. Data: 27/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0026 A Falha não é uma Opção Jose Wagner Braidotti Junior
(Braidotti Engenharia)
Resumo não enviado Data: 27/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0029 Gestão de Ativos orientada pelo Valor Econômico Agregado - GAV Jose Wagner Braidotti Junior
(Braidotti Engenharia)
Resumo não enviado Data: 27/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0032 Ferramentas de análise de causa raiz (RCA) das falhas críticas da regional nordeste meridional da Transpetro Marcel Britto Lobão
(empresa não informada)
Evitar ocorrências de falha é um dos principais pontos de enfoque na engenharia de manutenção, com o objetivo de evitar custos devidos a falhas e a paradas não programadas. Para isto, estão disponíveis diversas metodologias de análise, sempre baseadas no ciclo PDCA. Aliado a essas metodologias existem diversas ferramentas que apoiam a análise como a Árvore de Falhas e a Análise de Dados de Vida. Para embasar o trabalho, foram utilizadas duas análises feitas no sistema de bombeio de um poliduto. Uma relativa à cavitação nas booster e outra relativa à perda de contenção no selo das bombas. As ações corretivas, principal fonte de geração de valor de qualquer análise de falha, apresentadas se baseiam no maior entendimento do sistema que as análises trazem, e vão desde a realização de alguma manutenção específica a até mesmo melhorias no procedimento de operação. Data: 27/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0035 Aplicação do RCM e Análise RAM na melhoria da disponibilidade do Sistema de Bombeamento do Orbel II da Transpetro Maiko Nunes de Almeida
(empresa não informada)
A proposta deste estudo é avaliar a efetividade das políticas de manutenção adotadas para o sistema mencionado, elaborando um modelo matemático que permita prever a confiabilidade e disponibilidade do sistema estudado, através da análise RAM do sistema, que permite modelar o comportamento do sistema ao longo do tempo, avaliando a influência de cada um dos componentes neste sistema, através dos dados de tempos entre falhas e tempos de reparo. Esses dados, aplicados na metodologia LDA (Análise de dados de vida), permitem determinar a confiabilidade, a probabilidade de falha, a mantenabilidade e as curvas de taxa de falha dos componentes dos sistemas estudados. Com o uso de simulação computadorizada para análise RAM, será possível extrair parâmetros do sistema, como MTTF (tempo médio até a falha), MTBF (tempo médio entre falhas), disponibilidade do sistema, bad actors, número de paradas do sistema e outros parâmetros. Em seguida, são simulados dois cenários, nos quais a estratégia de manutenção run-to-fail (manutenção corretiva) é comparada com as tarefas propostas através da a metodologia RCM, obtendo uma base matemática com parâmetros objetivos para avaliar as melhorias obtidas com a implementação de um plano de manutenção baseado na metodologia mencionada. Data: 27/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0038 Estratégia de manutenção para transportadora de correia da usina de pelotização VALE - OMÃ Lucas Caliman Carvalho
(empresa não informada)
No sistema produtivo moderno, tanto nas indústrias como nas prestações de serviço, o foco é sempre o máximo rendimento, levando as operações aos seus limites, porém ajustando-as para estarem sempre disponíveis e confiáveis, diminuindo as correções e maximizando o lucro. Esse cenário só se tornou possível com a evolução da estratégia de manutenção, onde se entendeu que o estudo e monitoramento das falhas podem ser usados para mitiga-las, torna o sistema mais eficaz e aumenta sua confiabilidade. Essa é a base da técnica da Manutenção Centrada em Confiabilidade (MCC), que vem sendo fortemente aplicada nos principais centros tecnológicos por ser possível criar uma nova política de gestão de atividades e equipamentos, e permitir o constante desenvolvimento dos planos sempre em busca da confiabilidade total do ativo. Para tanto, várias ferramentas são utilizadas e dentre elas, a Análise dos Modos e Efeitos de Falha (FMEA), permite gerar dados, índices e classificar cada componente de um sistema quanto a criticidade e impacto na produção. Esta será a ferramenta que balizará este trabalho na busca de gerar uma estratégia de manutenção eficiente para um sistema de Transportadores de Correias das Usinas de Pelotização da Vale em Omã. Data: 27/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0040 Metodologia para aplicação de cartas de controle estatístico e confiabilidade para diagnóstico de falhas Fernanda Alves de Souza
(Vallourec)
Este artigo descreve a metodologia para criação e implementação de um sistema de monitoramento da confiabilidade e gestão de ativos utilizando ferramenta de Business Inteligence associada a linguagem de programação R. Através dos algoritmos em R, é possível realizar o cálculo da confiabilidade via métodos paramétricos, obtendo os parâmetros através da função de máxima verossimilhança e análise das anomalias nas variáveis de processo via cartas de controle estatístico. Data: 28/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0041 Estudo de confiabilidade da proposta de reorganização das votações de detectores de gás dos FPSOS da cessão onerosa Marcello Dantas Gomes Junior
(empresa não informada)
O objetivo do estudo de confiabilidade dos detectores de CH4 (gás metano), H2S (gás sulfídrico ou sulfeto de hidrogênio) e CO2 (dióxido de carbono) dos FPSOs da cessão onerosa é simular o impacto do novo arranjo de votações proposto para redução de eventos de shutdown indevidos (onde não há o vazamento real de gás), provenientes da falha de dois ou mais detectores na lógica de votação. Foi utilizada modelagem estatística para representar o comportamento de falha dos detectores e diagramas de blocos de confiabilidade para representar os arranjos de votações. As simulações de confiabilidade apontaram uma redução substancial na quantidade de eventos de shutdown indevidos e perdas de produção associadas a esses eventos. Data: 28/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0045 Substituição de conjunto de moto ventiladores em torres de resfriamento Sâmela Araujo
(empresa não informada)
A Subestação de Energia Eletrobras Furnas Centrais Elétricas S/A, localizada em Foz do Iguaçu – PR, é responsável pela transmissão da energia produzida em frequência de 50Hz pelo lado paraguaio da Usina Itaipu Binacional para consumo brasileiro, através da conversão de corrente alternada para corrente contínua. Para a transmissão em corrente contínua, é de fundamental importância o processo de troca de calor no resfriamento das válvulas tiristoras. Os processos térmicos envolvidos são subdivididos nos chamados “resfriamento primário” (circuito fechado de retirada de calor dos eletrodos do tiristor com água desmineralizada) e “resfriamento secundário” (circuito aberto com função de resfriamento da água do circuito primário). Nestes circuito de “resfriamento secundário”, torres de resfriamento de tiragem mecânica induzida são empregadas para remover o calor da água “bruta” que circula no sistema. O projeto original das torres de resfriamento traz equipamento com conjunto de motor elétrico de indução, motoredutor de engrenagens e ventilador axial com pás de alumínio. Em operação há mais de 35 anos, a disponibilidade vinha em declínio por problemas originados em desbalanceamento, desgastes mecânicos e vazamento de óleo lubrificante. Uma alteração pontual foi proposta no arranjo, agindo nas mais prováveis causas dos problemas, eliminando também tempo de parada para manutenção e riscos de contaminação de água. Data: 28/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0046 ABRAMAN - CBMGA - artigo TKS implantação da digitalização na manutenção industrial João Gabriel Colman Ribeiro
(empresa não informada)
Implantação da digitalização na manutenção industrial Data: 28/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0047 Data mart low-cost para manutenção como incentivo a indústria 4.0 Marcelo Mereles do Prado
(Babcock International Brasil)
Ante ao cenário atual, a busca pela competitividade certamente requer a aplicação de ferramentas informatizadas aos processos. Porém, devido ao alto custo, nem todas as empresas conseguem investir nisso. Este trabalho apresenta uma metodologia de criação de formulários eletrônicos para coleta de dados de atividades relacionadas a manutenção. Tem como premissa o baixo custo empregado e a oportunidade de experimentação de processo de análise de dados para a tomada de decisão. Com isso cria-se um Data Mart, banco de dados com todas as informações coletadas nos processos. Esta experimentação introduz a empresa ao universo da indústria 4.0. Data: 28/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0048 Experiência de furnas na aplicação de para-raios de óxido de zinco em linhas de transmissão de 345 kv com resultados satisfatórios na diminuição dos desligamentos da LT Gerson Vale de Resende
(FURNAS Centrais Elétricas S.A)
A confiabilidade de um sistema elétrico de extra alta tensão está diretamente associada a não ocorrências de distúrbios, que possam provocar desligamentos nas linhas de transmissão e seus equipamentos das subestações. Assim cada vez mais, a disponibilidade das linhas está relacionada a qualidade do fornecimento da energia, fiscalização e por conseguinte às receitas para a empresa. Nesse sentido, esse trabalho visa apresentar os resultados de ações da manutenção para melhoria do desempenho, que foram implementadas na linha de transmissão Vitória – Ouro Preto de 345 kV de FURNAS, que vinha apresentando um alto número de desligamentos provocados por descargas atmosféricas. As ações iniciaram com estudos realizados pela equipe de engenharia de manutenção de linhas de transmissão, para definição e aquisição dos para-raios e contou com o apoio das diferentes setores de manutenção, em regime de mutirão para aplicação dos para-raios ao longo da linha de transmissão. Data: 28/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0050 Gestão e manutenção dos sistemas instrumentados de segurança na Rhodia Solvay Hugo Hashizume
(Rhodia Brasil S.A.)
A gestão e manutenção dos Sistemas Instrumentados de Segurança (SIS) na Rhodia Solvay do site de Paulínia vem evoluindo significativamente desde os anos 90, tendo como marco inicial os estudos de Seguranças de Processos (HAZOPs), posteriormente adoção de PLC’s de Segurança com certificação SIL, testes periódicos das malhas de segurança, entre outros itens. Outro marco na evolução foi a introdução de normas corporativas baseadas na IEC-61511 (aplicada aos usuários de SIS - Ciclo de Vida), na formação dos responsáveis por validar o SIL das Funções Instrumentadas de Segurança (SIF), na criação de procedimentos internos, padronização das etapas que envolvem a gestão e manutenção do SIS. Este trabalho tem por objetivo apresentar de uma forma geral as principais etapas desse processo na Rhodia Solvay e que possa contribuir para outras empresas e suas lideranças na evolução deste relevante tema. O SIS dentro da Rhodia Solvay está incorporado na cultura de segurança de processos, com forte acompanhamento da liderança e principalmente nas tomadas de decisões em relação aos ativos industriais. Tema também ganhou ainda mais relevância recentemente com a introdução da abordagem SIS na revisão da Norma Regulamentadora nº13 (NR13) em 2018, possibilitando ampliação de prazos de inspeção de caldeiras categoria A até 48 meses desde que disponham de barreira de proteção implementada por meio de SIS definido por estudos de confiabilidade, auditados por Organismo de Certificação de SPIE. Data: 28/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0051 Geração de energia por turbogerador na linha de adução dos reservatórios – CASE CRAT MUSSOLINI Alexandre Balbino Machado
(empresa não informada)
A Unidade de Negócios Metropolitana Sul (MS) trabalha incessantemente na busca de tecnologias e ações visando otimizar a operação dos sistemas de bombeamento de água e esgoto, os maiores consumidores de energia da Sabesp, contribuindo assim para a redução do consumo de forma sustentável e inteligente com o uso racional de energia. A micro e minigeração local de energia é cada vez mais uma parte do processo de eficiência energética, tanto pelo viés econômico, quanto pela sustentabilidade, buscando o reaproveitamento de potenciais antes desperdiçados, como energia solar ou potenciais hidráulicos nas redes de abastecimento. Como todo sistema de bombeamento temos grandes pressões residuais na rede em virtude de desníveis no trajeto das tubulações, estas pressões atualmente são reduzidas por VRP´s (Válvulas Reguladoras de Pressão), que agem no sistema controlando a vazão e pressão da rede e com isso combatendo perdas. Esse potencial hidráulico é dissipado mecanicamente na VRP e não traz nenhum retorno para a SABESP. Buscando melhorar o desempenho energético da MS reduzindo o valor específico do sistema de bombeamento (R$/m³), efetuamos em conjunto com a empresa HIGRA a instalação do TURBOGERADOR, uma tecnologia inovadora que aproveita o potencial hidráulico nas redes de distribuição para gerar energia elétrica, com esta geração podemos além de recuperar parte da energia gasta com bombeamento é possível a redução nos gastos com energia elétrica na empresa, agregando mais valor ao setor de saneamento. Data: 28/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0053 Programa queda zero de material em transportadores de correia Adriano Bortolozo do Carmo
(ArcelorMittal Tubarão)
O trabalho apresenta a estruturação e implementação do Programa Queda Zero de Material. O objetivo desse Programa é eliminar a queda do material nos transportadores de correia das instalações de manuseio de carvão e coque da planta de Coqueria de uma usina siderúrgica. Aborda a queda de material como um evento indesejável, com impactos ambientais, na performance, na qualidade do produto e no custo. São detalhadas as fases do Programa, composta por levantamento de dados, diagnóstico, análise, plano de ação e elaboração da meta. Informa que as fases são sustentadas pelos pilares rotina, capacitação e tecnologia. Em seguida explica cada fase, destacando a participação efetiva das equipes e das lideranças. Na sequência, é exposta a gestão de rotina do Programa, as principais ações de manutenção, melhorias e de capacitação implementadas no período. Reconhece o desafio do bom êxito do Programa em meio ao contexto de isolamento e distanciamento social. Finalmente exibe os ótimos valores obtidos no atingimento da meta e a sustentabilidade do Programa. Data: 28/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0055 Aplicação de Automação Robótica de Processos (RPA) na Otimização das Rotinas de Planejamento e Controle da Manutenção Daniel Flores Canaan Ribeiro
(Daniel Flores Canaan Ribeiro)
A otimização de processos tem-se tornado cada vez mais importante nas empresas dos mais diversos setores, tendo em vista a alta competitividade do mercado e a constante busca por aumento da produtividade e redução de custos. Nesse contexto, a tecnologia se mostra uma grande aliada das companhias, possibilitando-lhes o acesso a um número cada vez maior de ferramentas e softwares inteligentes. Este trabalho tem como objetivo mostrar como a tecnologia de Automação Robótica de Processos (RPA) auxilia na otimização das rotinas de Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) e quais ganhos foram obtidos com sua aplicação na Transpetro. O trabalho apresenta a definição de RPA e seu contexto no mercado, descreve o fluxo dos processos de PCM na companhia e mostra a metodologia usada para automatizar diversas rotinas executadas no sistema SAP ERP. Foram desenvolvidos programas para otimizar tarefas de gerenciamento de centros de trabalho, equipamentos, planos de manutenção, listas de tarefa, notas e ordens de manutenção. Ao final, observou-se uma redução média de 62% no tempo gasto para executá-las, agilizando o atendimento a demandas e permitindo melhor aproveitamento da mão-de-obra da equipe de planejamento. Os ganhos obtidos contribuem para uma melhor gestão dos processos e possibilitam reduzir custos no setor de manutenção. Data: 28/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0058 Padronização de processos desenvolvida em furnas para o atendimento a emergências de linhas de transmissão - PAE LTS Wendell Porto de Oliveira
(empresa não informada)
Os processos padronizados neste trabalho foram estabelecidos com base em boas práticas de manutenção, no contexto do atendimento a emergências de linhas de transmissão, tendo sido aprimorados ao longo dos anos com base na experiência do próprio corpo técnico de FURNAS ou através de benchmarking. Uma das premissas básicas deste trabalho é a otimização dos tempos de recomposição das linhas, em eventos de quedas de estruturas, tendo como base os tempos limite de isenção estabelecidos pela Resolução Normativa ANEEL 729/2016, posteriormente alterada pela Resolução Normativa ANEEL 782/2017. A abordagem aqui proposta baseia-se na padronização de procedimentos, rotinas de execução e listas de verificação. Data: 28/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0061 Redução de falha em transmissão por correias com padronização de métodos Rodrigo Rui
(Suzano Aracruz ES)
Sistema de transmissão por correias em V na Unidades Suzano Aracruz não possuía uma padronização dos métodos de tensionamento e alinhamento apresentado falhas e indisponibilidade dos equipamentos. A proposta deste trabalho é avaliar os sistemas de transmissão por correias em V e definir melhores práticas do mercado, e propor ações de redução números de falhas. Através de recomendações fabricantes correias, análise de dados, históricos e etc. Data: 29/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0063 Gestão de ativos – desmistificação para integração João Carlos Mosquim
(Mosquim Consultatis)
O objetivo deste artigo é colocar em discussão a importância da integração entre todos os processos dentro de uma organização, que por alguma razão histórica, ainda tem ocorrido de maneira pouco eficaz em muitas das organizações, agravada pela mistificação da gestão de ativos, por estar sendo entendida como algo exclusivamente da manutenção e dos ativos existentes. Essa tão essencial integração em que os ativos existentes e os novos contribuam para agregar valor à organização e partes interessadas, seja garantida pelas ações devidamente alinhadas com o planejamento estratégico, contribua com a liderança na busca da harmonia entre todos os processos e que estes ativos desempenhem suas funções conforme requerido, na busca da competitividade e sustentabilidade. Data: 29/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0066 Determinação do intervalo ótimo de Manutenção da Bomba injetora EVO Joselma Silva
(VALE)
As locomotivas da frota EVOLUTION estão entre as mais modernas do mundo. A Estrada de Ferro Carajás possui 95 locomotivas deste modelo. O motor diesel da frota EVOLUTION é um motor de 6000HP e possui um sistema de injeção que contempla um conjunto com 16 bombas injetoras. Existe a recomendação do fabricante para que as bombas sejam trocadas a cada 13.000mWh (aproximadamente 2 anos e 2 meses). Foi realizado um estudo de Engenharia de Confiabilidade para avaliar e definir o melhor período de troca das bombas injetoras visando o menor custo possível sem impactar na performance do ativo. Durante o estudo foi possível avaliar e definir a melhor estratégia para o item do ponto de vista de confiabilidade e também de custos de manutenção. Data: 29/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0069 Priorização de falhas de locomotiva usando o método do diagrama de Jack Knife Joselma Ramos da Silva
(empresa não informada)
Atualmente a análise de falhas realizada pela equipe da Confiabilidade de Locomotivas da Estrada de Ferro Carajás é focada em tratar eventos de maior frequência usando o método de Pareto. A análise de Pareto focada apenas na frequência de eventos não é capaz de avaliar o impacto que a falha gera na oficina. O presente trabalho consiste em usar o método Jack Knife para priorização de falhas, levando em conta não apenas a frequência, mas também a duração dos eventos. Pelo método Jack Knife é possível realizar a classificação das falhas nos quadrantes identificando-as como falhas críticas, crônicas, agudas e leves. Para as falhas de Locomotivas foi observado que há falhas críticas que necessitam de tratamento imediato pois além da alta quantidade de eventos eles apresentem uma alta duração criando gargalos na oficina. Por outro lado, há falhas que necessitam de ações apenas focadas na redução dos eventos. Pela matriz observa-se que conforme o tipo de falha apresentado a ação de bloqueio irá variar desde ações de redução até melhorias de processos internos usando técnicas de lean. Data: 29/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0071 Principais técnicas, instrumentos e treinamentos para inspeção em linhas de transmissão de energia elétrica da rede básica Luis Felipe Guajardo Semensato
(TAESA)
O presente trabalho apresenta as principais técnicas de inspeção praticadas em concessionárias de transmissão de energia elétrica e aborda a importância do profissional de inspeção e a relação de treinamentos que possibilitam a sua valorização. Data: 29/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0072 Avaliação da reserva estratégica de motores elétricos aplicados em sistemas de bombeamento, com foco na disponibilidade operacional e renovação de ativos Anderson Severino da Silva
(empresa não informada)
Em nossa experiência local, a manutenção recebe ativos operacionais desmobilizados por diversos motivos, pensando em aproveitar estes ativos recebidos e com intuito de gerar valor para a operação local, surgiu a ideia de buscar um dimensionamento otimizado para a reserva estratégica de motores elétricos. Esta ação teve um escopo definido levando em conta, criticidade dos ativos para a operação, potência nominal, similaridade mecânica para substituição, definição de quantidade mínima necessária e renovação dos itens quando necessário. Vale lembrar que a desmobilização de uma planta ou parte dela pode ocorrer por diversos motivos e estratégias sendo assim, os ativos envolvidos podem ou não estar em fim de vida, podendo ser ainda interessante para a companhia manter estes ativos individualmente. Data: 29/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0074 Gerenciamento de Crise: Instalação de comitê gerenciamento de riscos e implantação de medidas para manter a operação do parque industrial durante a pandemia do COVID 19. Fabiana Cristina Lima Costa Franco
(empresa não informada)
Todo o tipo de negócio possui riscos, e precisa-se conhecer os riscos para que seja construída uma estratégia com atitudes como saber como preveni-los e como agir quando uma crise acontecer. Crise é um termo para expressar um momento crítico e decisivo, normalmente é sucessor da ruptura do status quo. Este trabalho é um relato de uma experiência que ainda é viva, obtida pela implantação da Sala de Crise com plano de gerenciamento que prevê possíveis situações de riscos e propõe medidas para minimizar os efeitos causados pela pandemia COVID 19 nas instalações de uma empresa de mineração em São Luís, Maranhão para manter a gestão de ativos eficaz com o mínimo de impacto, diante do cenário de pandemia. Data: 29/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0075 Aumento na vida útil das Brocas de Perfuração de Rocha Jessica Fabiana De Melo Ferreira
(Companhia Siderúrgica Nacional)
Este trabalho mostra solução para o aumento da vida útil e melhor performance das Brocas de Perfuração de Rocha na Mineração ,de modo a se tornar referência nacional na operação deste tipo de implemento . Tais resultados foram obtidos através da alteração nos diâmetros dos "Jets das brocas".Após análises de viabilidade, testes e acompanhamento operacional foram observados os pontos ótimos do desempenho do dispositivo. Data: 29/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0077 Avaliação de comportamento estrutural de dutos aquecidos utilizando extensômetros Allan Coutinho Pereira
(Transpetro)
O transporte dutoviário é um dos modais mais econômicos para envio de grandes volumes de líquidos quando comparado com os meios ferroviário e rodoviário. Segurança e baixo custo operacional são características atribuídas a este tipo de transporte. Outra característica importante é a possibilidade de movimentação de fluidos viscosos que precisam ser aquecidos para facilitar o escoamento. Neste trabalho foram avaliados dois dutos, um com 24 e outro com 46 polegadas de diâmetro externo, especialmente projetado para operar com óleo combustível aquecido e petróleo, respectivamente. No entanto, para operar nas temperaturas de 80 ° e 60 °C, a que foram projetados, uma modelagem matemática concluiu que seria necessário instalar ancoragens para evitar deslocamentos devido à expansão térmica com a possibilidade de ocorrência de tensões que poderiam levar a um colapso por excesso de deformações plásticas. Avaliações de campo, por meio da instalação de extensômetros e termopares em pontos suscetíveis a deslocamentos causados pela expansão térmica, foram realizadas visando a avaliação da estabilidade dos dutos. Data: 29/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0078 Alta precisão de perfuratrizes e perfuratriz semiautônoma William Adeilton Nascimento Martins
(CSN Mineração)
O Trabalho consiste na implementação de novas tecnologias em perfuratrizes Caterpillar modelo MD6290. Sendo a primeira parte do projeto a instalação de um sistema de alta precisão para auxilio na execução e planejamento das atividades de perfuração e desmonte, e posteriormente o desenvolvimento da parte de autonomia da perfuratriz, proporcionando o nivelamento, movimentação de mastro, perfuração e troca de ferramentas de perfuração de forma automática. A implementação destas tecnologias tem alto potencial de geração de ganhos em segurança, redução de custos de manutenção e melhoria operacional. Data: 29/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0079 Melhoria na confiabilidade dos braços de carregamento após aplicação do RCM Cláudio Vasconcelos Rocha
(TRANSPETRO)
A manutenção centrada em confiabilidade (MCC) destaca-se como um método que analisa detalhadamente um equipamento ou sistema, estabelecendo estratégias adequadas para a realização de manutenção, a prevenção de falhas e a mitigação dos impactos decorrentes delas. Este trabalho consiste no estudo e aplicação da MCC nos braços de carregamento marítimo do terminal aquaviário de Barra do Riacho, de modo a obter aumento de confiabilidade, de disponibilidade e redução de custos com manutenção. Foi obtido o histórico de falhas dos braços de carregamento, o tempo médio entre falhas, o tempo médio para reparo, e os dados sobre a disponibilidade do sistema. Finalmente, foi elaborado um quadro de análise dos modos e efeitos das falhas. A partir desse estudo, foram elaborados planos de manutenção e inspeção otimizados e, para alguns casos, constatou-se a necessidade de reprojeto. Os resultados da análise MCC foram utilizados para rever as estratégias de manutenção praticadas e para atualizar os planos de manutenção cadastrados no SAP, resultando em aumento de confiabilidade e disponibilidade. Após 2 (dois) anos de aplicação dos novos planos de manutenção, foi possível verificar efetivamente os resultados obtidos. Data: 29/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0080 Análise de falha das bombas de petróleo B-30005-AD instaladas no Terminal Aquaviário de Guamaré Daniel Jardim de Souza
(Petrobrás Transporte)
O Terminal Aquaviário de Guamaré é responsável por realizar operações de navio em dois quadros de boias, sendo um para produtos claros (nafta, gasolina e diesel) e o outro para produtos escuros (petróleo, RAT, MF e água de formação). O sistema de escuros tem como principal função escoar a produção de petróleo do Rio Grande do Norte e operar com produtos do processamento local do petróleo da refinaria de Guamaré. Este sistema é composto por quadro de boias de Ubarana I (quadro de boias de escuros), seis tanques e quatro bombas acionadas por motores Waukesha a combustão de gás natural. Estas bombas são utilizadas para efetuar carga de navios de petróleo, RAT e MF, deslocamentos de linha (entre o duto OSUB 26" e o quadro de boias) e transferências internas. Há histórico recente de três ocorrências de falha em nipples do sistema de selagem das bombas principais, resultando em vazamento do produto bombeado. Em duas oportunidades, houve ignição e princípio de incêndio, prontamente combatidos e extinguidos pela brigada do terminal.A primeira ocorrência recente se deu às 20h50 do dia 13/04/2019, resultando em vazamento de aproximadamente 12 litros de RAT. Por sua vez, a segunda ocorrência recente foi às 18h50 do dia 19/09/2019, resultando em vazamento de aproximadamente 4 litros de petróleo. Estas duas ocorrências ocorreram na bomba B-30005-D e foram seguidas de princípio de incêndio. Já a terceira ocorrência, se deu na bomba B-30005-A e não foi seguida de princípio de incêndio. O objetivo deste trabalho é identificar as causas raizes mais prováveis das falhas (tricas, rompimento) das tubulações e conexões do sistema de selagem das bombas principaias B 300.05 A/D. Data: 29/10/2020 Horário: 16h às 17h
2020_0082 Melhoria na eficiência do grupo de planejamento de intervenção (GPI) no Terminal de Barra do Riacho Camila Borges de Souza Schuina
(empresa não informada)
Uma das principais diretrizes do plano de negócios da Transpetro é otimizar a produtividade de suas instalações, garantindo a otimização dos custos operacionais, utilizando as melhores práticas do mercado. Com base nessa diretriz esse estudo buscou aumentar a produtividade da execução da manutenção, melhorando a qualidade do planejamento de intervenções com foco em segurança. Para isso, foi necessário identificar os pontos críticos do processo de planejamento da ordem de manutenção até o fornecimento de toda a documentação necessária para a liberação da Permissão de Trabalho. Foi, ainda, necessário implementar soluções em conformidade com normas, legislação e procedimentos e, principalmente, aumentar a sinergia entre os setores envolvidos, desde o planejamento da ordem de manutenção até a finalização da execução da intervenção. Data: 30/10/2020 Horário: 13h às 14h
2020_0083 Aplicação da técnica de classificação abc na revisão das criticidades do plano de manutenção dos equipamentos de climatização em uma produtora de conteúdo televisivo Vinicius Alves Roque
(Universidade Veiga de Almeida)
Este trabalho apresenta uma revisão das classificações de criticidades dos equipamentos de climatização de um complexo televisivo, utilizando os métodos de curva ABC e definição de critérios para classificação segundo JPIM. Em busca de melhorar a confiabilidade e disponibilidade dos equipamentos, com a proposta de mitigar as interrupções dos processos por uma má priorização e para redução de custos com aplicação de mão de obra em maquinários que possuem uma classificação de criticidade inadequada, este trabalho tem como objetivo revisar as classificações de criticidades destes equipamentos, através da utilização da curva ABC, que determina os graus de relevância, de modo que haja uma distribuição de criticidades adequadas, apresentando como resultado uma distribuição mais alinhada com os conceitos de Manutenção que regem o setor de Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) Os resultados práticos conquistados com este trabalho são a mitigação dos riscos de parada de processos produtivos desnecessárias que ocorrem por uma má priorização de atendimentos e otimização de aplicação de mão de obra. Tendo ambos os resultados, ganhos financeiros com redução de custos com Manutenção. Data: 30/10/2020 Horário: 13h às 14h
2020_0084 Fator humano nas paradas Luciana Camargo Seluque
(ProjeteSi)
O objetivo deste artigo é abordar a importância do alinhamento entre as habilidades técnicas e as habilidades comportamentais para o desenvolvimento, planejamento e execução de uma parada de manutenção. Nesse sentido, a participação das pessoas é fator decisivo para ampliar o pensamento crítico, o comprometimento, a colaboração, a criatividade que fomentam otimizações e inovações e a autogestão que possibilita uma melhor, ampla e significativa compreensão de todo processo das paradas. Ao longo do tempo, diversas ações baseadas no modelo mental restrito vêm sendo tomadas, com resultados interessantes e não desprezíveis, muito embora apontassem para a direção certa, não são mais suficientes nestes tempos em que a adaptabilidade às mudanças e a busca da competitividade e sustentabilidade tornam-se fundamentais. No artigo serão discutidos processos já conhecidos, com uma roupagem nova, moderna, abrangente, em que as habilidades tecnicistas importantes, se juntam as habilidades comportamentais, ou seja, o ser humano completo na condução do planejamento e execução da parada. Data: 30/10/2020 Horário: 13h às 14h
2020_0086 Aplicação de Modelos para Definição da Data de Realização de Atividades de Manutenção Arthur Franklim Marques de Campos
(CEB Distribuição)
Planejamento de manutenção tem se tornado uma matéria cada vez mais importante no sistema elétrico brasileiro. Diante do cenário de recursos limitados, manter a confiabilidade do sistema torna-se uma tarefa muito mais difícil, necessitando de ferramentas que possam auxiliar na definição da melhor data de realização das manutenções, equilibrando custo e risco. Nesse contexto, várias formas de modelagem de manutenção tanto de natureza determinística e estocástica foram criadas, visando estimar o impacto de se fazer ou não manutenção. Este trabalho apresenta os fundamentos para se fazer uma análise tanto determinística quanto estocástica do planejamento da manutenção, mostrando exemplos de aplicação. Data: 30/10/2020 Horário: 13h às 14h
2020_0087 Aplicação da equação de poisson na manutenção do ciclo de vida do ativo através da gestão dos sobressalentes Raul Batista Americano
(empresa não informada)
Revisão bibliográfica que estabelece relação entre a Gestão de Materiais e a Confiabilidade do item com a aplicação da Distribuição de POISSON como ferramenta para ter a correta manutenção do cilco de vida do ativo através de seus sobressalentes. Data: 30/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0089 Aumento de performance da mão de obra da manutenção através da gestão do conhecimento Gabriela Fonseca Abreu
(CSN)
O projeto tem como objetivo a criação de uma estrutura de treinamentos para a equipe operacional da manutenção de equipamentos móveis visando o aumento de performance do time, resultando em maior produtividade e redução de custos com o aumento da assertividade da manutenção. Data: 30/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0094 Análise de árvore de falha aplicada ao sistema de frenagem do conjunto de transporte rodoviário de cana-de-açúcar Henrique Flayth de Freitas Santos
(empresa não informada)
O atual cenário da cultura de cana-de-açúcar demanda operações caras e complexas de colheita e transporte, uma falha em um processo de umas destas etapas afeta o resultado global. Neste contexto, o presente trabalho foi proposto de forma a analisar as causas das paradas do conjunto de transporte de cana-de-açúcar da lavoura para a usina devido ao sistema de frenagem. A metodologia consistiu em uma estruturação da árvore de falha (FTA) deste sistema e análise estatística com auxílio do software minitab de alguns dos modos de falhas levantados. Como resultado do presente estudo pode se concluir que o superaquecimento do conjunto do semirreboque influência diretamente na taxa de falha do sistema, sendo as principais causas na empresa estudada a regulagem inadequada entre a lona e o tambor e a alta utilização do freio de serviço decorrente de velocidade incompatível com o trajeto e eficiência reduzida do freio motor. Data: 30/10/2020 Horário: 14h às 15h
2020_0095 Como criar equipes ágeis de manutenção para reduzir custos e aumentar a produtividade e eficiência Jackson de Carvalho Galocha
(Metrô - SP)
Quando falamos em melhorias dos processos de manutenção que possam garantir a sustentabilidade econômica das empresas do setor metroferroviário, é fundamental identificar e priorizar ações frente aos principais desafios. Nesse sentido abordaremos as mudanças executadas e os benefícios oriundos da junção das equipes de manutenção de equipamentos fixos eletromecânicos com a de manutenção de equipamentos fixos elétricos. Data: 30/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0096 Como inovar na aplicação dos treinamentos de capacitação técnica e alcançar resultados significativos em tempos de COVID19 Jackson de Carvalho Galocha
(Metrô - SP)
Por consequência do COVID 19 o processo de digitalização das organizações teve que ser acelerado. Obviamente, a educação corporativa não ficou de fora deste movimento e um grande impulso veio à tona para promover a educação a distância e o redesenho das soluções de aprendizagem. A Gerência de Operação do Metrô de São Paulo adaptou-se rapidamente ao novo cenário desafiador e migrou suas ações de capacitação técnica do modelo de treinamento presencial para o digital e de forma permanente. Nossa proposta é compartilhar essa experiência inovadora e contribuir para uma mudança de mindset com relação a capacitação técnica e gestão do conhecimento de trabalhadores do setor metroferroviário. Data: 30/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0097 Estudo de caso sobre a gestão da manutenção em equipamentos hospitalares Bruno Costa Chaves
(empresa não informada)
O presente trabalho tem com objetivo geral abordar a gestão da manutenção de equipamentos hospitalares e mostrar a importância dela para a boa gestão dos hospitais, redução de custos com paradas não planejadas e garantia de atendimento ao doente. Pode-se, assim, comparar um hospital a uma empresa, cuja administração precisa ser eficiente pois o “produto” ali considerado é a saúde e a vida de seus clientes, em se tratando de equipamentos hospitalares, além da manutenção, também deve-se levar em conta os equipamentos que necessitam de calibração periódica devido às suas características funcionais. Foi analisado a gestão de manutenção e dos equipamentos em três hospitais, sendo realizado um estudo de caso com pesquisa de campo e outros dois através de revisão da bibliografia. Com base nos resultados dos estudos de caso foi possível concluir que os hospitais possuem a preocupação ou já iniciaram algum processo de gestão da manutenção. Verificou-se, especialmente nos hospitais públicos de menor porte, como o estudo de caso 1, que a gestão da manutenção ainda é pouco estruturada, sem equipe dedicada e se baseando quase exclusivamente em recursos de terceirização. Enquanto os hospitais privados apresentam uma equipe técnica dedicada a gestão da manutenção e controle dos equipamentos por meio digital com utilização de softwares de gestão Data: 30/10/2020 Horário: 15h às 16h
2020_0098 Gestão de ativos: da conformidade à maturidade através de resultados sustentáveis Maria Cristina Alexandre Costa
(Duplo Mais Soluções Ltda)
O presente trabalho busca demonstrar que, após a implantação de um Sistema de Gestão de Gestão de Ativos baseado na ABNT NBR ISO 55001, a evolução que a organização deve perseguir se apoia em alguns elementos que vão promover a geração de valor para todas as partes interessadas e à conduzirão a novos patamares de desempenho e competitividade. Abordaremos os ganhos obtidos por determinar que o Sistema de Gestão de Gestão de Ativos da organização esteja em conformidade com a referida Norma, como Alinhamento, Garantia, Liderança e Cultura e Valor. Entretanto em função de um cenário de alta Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade tão vívido nesta Pandemia do Covid-19, novos fatores tornaram-se prementes como Propósito, Adaptabilidade, Inovação, Competitividade e Compromisso na Geração de Valor. Aliando-se a Conformidade e esses elementos, as organizações minimizam seus riscos e potencializam seus ganhos por antecipar novas oportunidades e gerar resultados nunca alcançados! Data: 30/10/2020 Horário: 15h às 16h


Sessão Pôster

HORÁRIO LIVRE - Gravações disponíveis exclusivamente para Congressistas


ID Título Autor Principal
(Empresa)
Resumo Ver detalhes
(área exclusiva para Congressistas)
2020_0003 Melhor controle PV – parcela variável (PVI – PVRO) reduzindo as penalidades por indisponibilidade regidas pela ANEEL resolução normativa n° 270 de 26 de junho de 2007 e seus anexos Carlos Alberto Ligori
(empresa não informada)
Para conquistar melhores resultados da PV-PVI e PVRO é importante a unificação do sistema de gestão de Operação & Manutenção, no setor de geração e transmissão de energia elétrica no Brasil e a integração destes com a ONS e seus respectivos sistemas SAM e SGI, para cumprir as exigências da ANEEL. Pois, está ação permite melhor controle e melhora do PV – Parcela Variável, devido ao domínio efetivo da performance das penalidades por indisponibilidade no âmbito do SIN (Sistema interligado Nacional). A aplicação de procedimentos interligados das ações da operação determinadas pela ONS em sinergia com a manutenção das FTs (Função Transmissão) e ativos (equipamentos), são essenciais, pois observando a sequência das estruturas de ligação dos equipamentos, bem como os planos de manutenção distribuídos ao longo do tempo e os recursos de manutenção (executantes e itens de estoque) com suas respectivas agendas e localização, para a possível otimização dos serviços, em consequência, a melhora da PV – PVI e PVRO.
2020_0004 Potencialização dos resultados da manutenção, através do gerenciamento da rotina: um caso real na área de siderurgia José Carlos Nogueira Couto
(empresa não informada)
Neste trabalho apresenta-se a implantação do Gerenciamento da Rotina em uma área piloto, visando potencializar os resultados de uma equipe de manutenção. A metodologia empregada baseia-se na aplicação consistente de ferramentas da qualidade. Dentre elas destacam-se análises de falha robustas e auditorias de padrão. Os resultados obtidos sinalizam que é possível gerar mais resultados, utilizando o mesmo recurso. Houve ganho de disponibilidade, reflexo direto da redução do TMNP (Tempo de Manutenção Não Programado). Outros ganhos não mensuráveis também foram obtidos, como a criação de uma cultura de trabalho sistematizado, repercutindo na confiabilidade e na melhoria contínua dos resultados.
2020_0013 Confiabilidade 4.0 como parte da gestão de ativos inteligente: Como predizer a confiabilidade e o crescimento da confiabilidade automaticamente como parte de uma solução para gestão de ativos Eduardo Calixto
(ECC Eduardo Calixto Consulting)
O trabalho tem como objetivo apresentar o processo de gestão de ativo integrada a rotina operacional que possibilita a verificação da performance através da predição automática da confiabilidade e crescimento da confiabilidade de equipamentos.
2020_0033 Proposta de um método híbrido para aumento da disponibilidade de um equipamento Thiago Muna Olinto
(BRF. S.A)
O presente trabalho tem como objetivo principal propor um método híbrido que relacione o MTBF e o MTTR para aumento da disponibilidade de um equipamento. Além de propor o método, o trabalho valida através de um estudo de caso em uma indústria de fertilizantes.
2020_0034 Estabelecimento da Relação do Fator K vs Coeficiente de Atrito (µ) Para Determinação do Torque Em Parafusos Rafael de Oliveira Carvalho
(empresa não informada)
Existem duas maneiras comuns de determinar o valor torque, a partir de uma determinada carga, para uma junta aparafusada. Na ASME PCC-1, os métodos são apresentados como a forma curta (cálculo do fator da porca usando o fator K) e a forma longa (cálculo do coeficiente de atrito usando o valor μ). Converter os valores de uma forma para a outra ainda não foi totalmente estabelecido. Enquanto a ASME PCC-1 estabelece que “O valor de K na maioria das aplicações à temperatura ambiente é geralmente considerado aproximadamente igual ao coeficiente de atrito mais 0,04” [1][2], outra boa prática da indústria recomenda o coeficiente de atrito + 0,03 para obter o valor do fator K equivalente. Com as aproximações ou valores de conversão estimados considerados, vale a pena verificar a precisão da carga necessária para o torque aplicado. Uma mudança do fator de 0,10 para 0,11 K não indica uma mudança de 1%, mas sim um aumento de 10% no torque. Este artigo irá avaliar a correlação entre o fator da porca, K, e o coeficiente de atrito, μ. Compreender a ligação entre as formas curta e longa, assim como dados experimentais, irá garantir resultados de conversão melhores e mais precisos.
2020_0037 Avaliação da Proteção Contra Arco Elétrico em Sistemas Industriais Douglas Brunisman
(SEL)
Os sistemas industriais possuem altos níveis de curto-circuito, principalmente na média e baixa tensão, aonde se realizam os processos produtivos. Além do alto nível de curto-circuito, também estão mais próximos aos operadores, o que os expõem às falhas e perigos de acidentes que por muitas vezes são graves ou fatais. Este artigo irá descrever e comparar as funções de sobrecorrente clássicas (50/51P), com as funções de sobrecorrente para detecção de arco elétrico (50PAF) associadas aos elementos de detecção de luz (TOL).
2020_0042 Implantação do monitoramento por condição em motores elétricos no software IBM Maximo: estudo de caso na usina termelétrica Gera Maranhão Érico Fernando da Costa Vale
(Gera Maranhão)
Este artigo apresenta aspectos da implantação do monitoramento baseado em condição em motores elétricos de radiadores do sistema de arrefecimento das usinas termelétricas Geramar 1 e 2, descrevendo a situação anterior e após a sua implantação. Os motores de indução possuem tipos diferentes de falhas e defeitos associados, geralmente, ao curto-circuito, isolamento, mancal, estator, rotor, excentricidade, e etc. De fato, esses defeitos podem posteriormente aumentar a probabilidade de falhas, a menos que a intervenção adequada seja realizada a tempo. Para reduzir o tempo e o número de falhas, além do custo operacional, é indispensável a detecção precoce das mesmas, isso requer chamadas mais precisas para o tratamento de falhas, ações automatizadas do software de manutenção e agilidade no atendimento das chamadas. O monitoramento baseado na condição é um forte aliado para abordar o diagnóstico de problemas de falha de máquinas e falta de confiabilidade. Para este trabalho foi utilizado o software de manutenção Maximo da IBM. Este software permite o monitoramento de condições com o uso de pontos de medição para definir faixas aceitáveis para medidores em um ativo ou local. Com isso foi verificado uma diminuição do número de manutenções corretivas e foi possível intervenções em um menor espaço de tempo nos motores, proporcionando assim maior confiabilidade ao sistema de arrefecimento.
2020_0049 Investigação de causa raiz - falha funcional em motor elétrico de indução por barra quebrada Drayton Roger Lebid
(empresa não informada)
O trabalho apresenta de forma resumida os resultados de uma Investigação da Causa Raiz realizada no âmbito da Petrobras Transporte – TRANSPETRO. A falha funcional refere-se a colisão de barra quebrada do rotor com o enrolamento estatórico em um motor elétrico de indução (3100 kW, 4000 V, 2 pólos, partida direta). São aplicadas técnicas estruturadas para Investigação de Causa Raiz (como 5-Porquês e Diagrama de Causa- Efeito) e, com base na revisão da literatura, é proposta uma Árvore de Falhas para o evento de topo Fadiga ou sobrecarga na barra do rotor. Através de ampla análise de dados do sistema supervisório foram identificados os esforços a que o motor elétrico foi submetido de forma indevida, principalmente quanto ao requisito de partidas. Diversos conceitos multidisciplinares são abordados, propondo entre outros, o entendimento do mecanismo de falha mecânica com a identificação do seu plano de propagação de trincas, tendo como base o estudo das solicitações mecânicas e térmicas a que a gaiola do motor foi submetida. O trabalho busca entender além das causas físicas da falha (o porquê), mas aprofundar-se nas raízes humanas, de forma a corrigir fraquezas latentes. Assim, com ênfase na operação, são discutidas recomendações abrangentes e que podem ser aplicadas a outros sistemas industriais para resolução da causa raiz e seus fatores contribuintes do modo de falha em estudo.
2020_0052 Monitoramento preditivo wireless semi-online: correlacionando dados preditivos com variáveis de processo em compressores Ricardo Floriano de Souza
(RHODIA - Solvay Group)
Este trabalho correlaciona dados preditivos com variáveis de processo utilizando sensores wireless semi-online como tecnologia de monitoramento preditivo. Os resultados obtidos possibilitaram um melhor monitoramento da maquina identificando falhas visíveis somente nas variáveis preditivas.
2020_0054 Avaliação dos desempenhos dos sistemas de compensação de empuxo axial das bombas B-3403A/D do terminal de Paranaguá Daniel Jardim de Souza
(empresa não informada)
O estudo que deu origem ao trabalho visou avaliar os desempenhos dos sistemas de balanceamento de empuxo axial de duas bombas principais do oleoduto OLAPA, que são responsáveis pelo transporte de produtos derivados de petróleo para a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR), com o intuito de se prevenir falhas dos equipamentos por altas temperaturas nos seus mancais de escora (axiais). O principal parâmetro para esta avaliação é a pressão diferencial entre a sucção e a câmara de balanceamento de empuxo axial de cada bomba, sendo um potencial parâmetro preditivo para avaliação das condições destes equipamentos.
2020_0056 Redução de custo na manutenção de dutos na Amazônia utilizando o método simplex no solver Carlos Renato Alves Bahia
(Petrobras Tranporte S/A)
Redução de custo com logística para realização de manutenção preventiva nos ativos dos dutos de gás e óleo na Amazônia
2020_0057 Ferramenta de monitoramento por matriz de potência Vitor José das Neves Rodrigues
(Petrobras Transporte S.A)
A confiabilidade e redução de custos na operação das estações de compressão são afetadas pela performance dos geradores movidos a gás natural, que podem sofrer manutenção baseada em condição. Assim, devido à quantidade de ocorrências de falhas nesses equipamentos, buscamos a criação de uma ferramenta de baixo custo e reduzido tempo de desenvolvimento que permitisse a predição de falhas. O trabalho apresenta os resultados dessa ferramenta de monitoramento de variáveis operacionais aplicada, até o momento, em grupos geradores movidos a gás natural operados pela Petrobras Transporte – TRANSPETRO. Nos processos de análises de falhas, percebíamos uma alteração lenta, na ordem de meses, de parâmetros do motor de combustão e também de variáveis do gerador síncrono. Buscando uma ferramenta que com custos reduzidos permitisse resultados em menos tempo, desenvolvemos um algoritmo que utilizando técnicas e métodos mais simples baseados nos dados históricos auxiliasse na predição. Utilizando os dados históricos, técnicas de moda e o princípio de Pareto o intervalo operacional dos grupos geradores foi definido. A ferramenta ainda se encontra em desenvolvimento, mas já apresentou resultados práticos, quando percebeu-se necessidade de intervenções em duas máquinas.
2020_0059 Projeção da vida útil em cabos elétricos isolados de média tensão para aplicação na gestão centrada em confiabilidade Daniel Bento
(Baur do Brasil)
O presente artigo demonstra a grande divergência que existe entre a vida útil estimada de cabos elétricos isolados de média tensão com a perspectiva real de tempo de vida, devido à variedade de parâmetros que influenciam essa projeção. Contudo, como é importante saber o estado de conservação dos cabos para desenvolver a manutenção centrada em confiabilidade, foram desenvolvidos métodos para realizar essa avaliação. Os métodos existentes caracterizam os cabos em patamares, sem conseguir realizar uma análise individual do ponto exato da expectativa de vida onde eles se encontram. Para aumentar o grau de assertividade dessa avaliação, o presente artigo demonstra um novo método de análise do estado de conservação de cabos que permite projetar sua via útil remanescente. Este método parte das medições tradicionais de tangente delta, porém realizando uma análise diferenciada para projetar a velocidade de envelhecimento do material isolante. Desta forma, é possível atuar nas ações de manutenção apenas quando o método indicar a necessidade e não considerando somente o tempo de operação, como em geral é praticado.
2020_0065 Análise de confiabilidade do compressor da locomotiva C44 Joselma Ramos da Silva
(Vale)
As locomotivas da frota C44 circulam na Estrada de Ferro Carajás há mais de 20 anos. Na locomotiva existe um compressor mecânico que realiza a alimentação do sistema de freio. Devido a algumas corretivas associadas ao compressor foi realizada uma análise de confiabilidade e mantenabilidade do componente. Também foi realizado uma verificação em campo dos itens que mais apresentavam falha de compressor de forma a mitigar os impactos no processo de manutenção. Desta forma foi possível avaliar a estratégia de manutenção do item e definir o melhor período de manutenção e outros indicadores para o compressor.
2020_0067 Análise de confiabilidade das grades de resistência da frota EVO Joselma Ramos da Silva
(VALE)
As locomotivas da frota EVOLUTION estão entre as mais modernas do mundo. A Estrada de Ferro Carajás possui 95 locomotivas deste modelo. Para auxiliar na parada do trem as locomotivas são dotadas de um sistema de frenagem dinâmica. Uma das partes do sistema de frenagem é um conjunto de resistores chamado grades de resistência que atua auxiliando o processo de frenagem por consumir parte da energia dos motores de tração. A estratégia inicial para estas grades é apenas a troca em corretiva. Em virtude do aumento de falhas do item e do custo envolvido em sua substituição faz-se necessário definir o melhor período de troca para o item e uma análise das falhas ocorridas. Foi levado em conta os custos do item para escolha da melhor estratégia. Para isso foi usado os estudos de confiabilidade.
2020_0068 Estudo de Alteração da Frequência de Manutenção da Frota SD80 Joselma Ramos da Silva
(Vale)
As locomotivas da frota SD80 circulam na Estrada de Ferro Carajás há oito anos. A estratégia de manutenção dessa frota é a execução de planos de manutenção por data calendário. Desta forma o plano overhaul da locomotiva foi idealizado para ocorrer a cada 8 anos. Na idade de 6 anos as locomotivas começaram a apresentar uma série de falhas que comprometeram o desempenho do ativo. Assim foi realizada uma análise de confiabilidade para determinar o melhor intervalo de manutenção da frota SD80. O estudo foi direcionado para garantia da performance do ativo.
2020_0070 Manutenção de Defensa Marítima no Terminal Aquaviário do Pecém Thiago SIlva de Mello
(TRANSPETRO)
O Terminal Aquaviário do Pecém, localizado dentro do Complexo Industrial e Portuário do Pecém, no estado do Ceará, é um importante ator logístico da cadeia de Gás Natural no Nordeste do Brasil. O Terminal tem as seguintes operações, o recebimento de Gás Natural Liquefeito (GNL), regaseificação do mesmo e fornecimento de Gás Natural Comprimido (GNC) para atender principalmente as termoelétricas da região. Como o recebimento e despacho de produtos envolve a operação de Navios, faz-se necessário a utilização de defensas marítimas para absorver o impacto das movimentações das embarcações contra o píer. Durante inspeção periódica foi observado que uma das defensas estava com uma trinca de tamanho considerável. A partir desta constatação, foi desenvolvido um planejamento para reparo da mesma antes que a condição da defensa se agrasse, podendo vir a inviabilizar as operações do Terminal. A execução e os resultados dos serviços serão abordados no presente trabalho.
2020_0073 Método ágil aplicado na gestão de manutenção Ronaldo Vilela Ribeiro
(empresa não informada)
Em um ambiente de contínua transformação e ajuste de expectativas pelos clientes, tornando o cenário desafiador, os gestores de manutenção têm buscado processos de gestão de projetos com um determinado grau de incerteza. Neste contexto, o método Ágil, uma solução utilizada desde a década de 90 no desenvolvimento de projetos em TI e atualmente utilizada na indústria, aparece como uma das melhores alternativas para processos que necessitam de alavancagem. A aplicação do método Ágil, através da estrutura Scrum em projetos de melhoria de indicadores básicos de manutenção, mostrou-se eficaz, com a entrega de resultados perenes e um maior engajamento entre equipes multidisciplinares.
2020_0090 O “Novo normal” inserido no contexto do “Antigo usual” – desafio dos smart buildings na promoção da sustentabilidade racional e equilibrada Raquel Bomfim Alves
(empresa não informada)
Hoje não é mais possível pensar um mundo sem tecnologia, com isso, é impreterível a modernização dos prédios existentes. Quando pensamos em Smarts Cities, imaginamos cidades e bairros projetados para atender a este tipo de necessidade, e fazendo parte desta cadeia inteligente, temos os Smart Buildings, onde as intervenções tecnológicas pontuais em construções existentes auxiliam na sustentabilidade das cidades urbanizadas. Prédio Inteligente, ou Smart Building, no termo em inglês, é o caminho que melhor garante a redução dos custos de manutenção e de serviços operacionais neste tipo de gestão, pois com as descobertas da indústria 4.0 aplicada ao setor da construção civil contribuiu-se muito para a aplicabilidade na gestão de manutenção e operação. O conceito surgiu nos Estados Unidos na década de 1980, e busca potencializar a autonomia e a funcionalidade da edificação. No entanto, no Brasil ainda não usufruímos de toda a capacidade de desempenho acessíveis por ainda ser escassa a quantidade de redes e de integração, o que dificulta o acesso a dados de edifícios semelhantes. Desta forma, aos indicadores de performance são analisados com os dados de projeto, o que causa durante a vida útil do empreendimento uma carência de informações comparativas com prédios similares. Por ser uma prática recente porém comprovadamente eficaz, grande parte dos indicadores base, são advindos de novas construções, já projetadas nos parâmetros adotados por estes modelos. O que nem sempre pode nortear análises seguras. Com a amplitude do tema geral o presente trabalho foca na abordagem da inovação digital na cadeia de valor como um meio de promover a sustentabilidade urbana.
2020_0091 Estruturação da coleta de dados dos estudos estatísticos da confiabilidade Rafael Moura Costa
(Petrobras)
A utilização do setor PCM (planejamento e controle da manutenção) como ponto focal da coleta e armazenamento dos dados mínimos necessários para os estudos de confiabilidade e suporte a engenharia, torna este processo mais fluido, uma vez que, o planejamento é um setor central de interação durante os processos do tratamento dos equipamentos, seja através de intervenção de atividades corretivas, preventivas ou preditivas. Para tanto, é necessário saber quais são os dados referentes a estudos de confiabilidade que precisam compor os formulários técnicos a serem elaborados, tanto pela operação, quanto pela manutenção.