A GESTÃO DE ATIVOS E O PLANETA TERRA

A GESTÃO DE ATIVOS E O PLANETA TERRA


Nos últimos anos tenho me dedicado, firmemente, ao tema Gestão de Ativos, como professor em MBA promovido pela ABRAMAN em parceria com a Fundação Gorceix, professor em cursos de curta duração, palestras sobre o tema no Brasil, em especial no Congresso Brasileiro de Manutenção e Gestão de Ativos realizado anualmente pela ABRAMAN, em Congressos no exterior, realização de Lives, participação na avaliação e em auditorias nas empresas que participam do projeto MeGA – Maturidade em Gestão de Ativos – forte ferramenta de avaliação empresarial desenvolvida pela ABRAMAN e aplicada nas empresas que estão avançando na implementação da Gestão de Ativos, escrevendo livros sobre o tema e outras atividades que possam agregar valor nesta indispensável caminhada da gestão das empresas rumo à excelência na Sustentabilidade Empresarial entendida como o tripé FINANCEIRO – AMBIENTAL – SOCIAL.


Vou abordar neste artigo apenas a questão ambiental, mais especificamente o Aquecimento Global e por quê?


Por três motivos básicos:


· A sustentabilidade ambiental tem a ver com a sobrevivência do nosso ativo mais importante – o planeta Terra que está em grande risco. Isto já impacta cada vez mais nossos ativos empresariais e, salvo mudanças de atitudes e de ações, impactará cada vez mais;

· É crescente o número de empresas que tem incluído em seu planejamento estratégico metas de preservação ambiental;

· A sociedade, a nível global, tem tomado ações que premiam as empresas com esta visão e atitudes preservacionistas e penalizam aquelas que não tem em sua estratégia as questões ambientais. Isto já impacta e vai impactar ainda mais os negócios.


A Gestão de Ativos, esta nova ferramenta de gestão, contribui, fortemente, para as Organizações atingirem a excelência empresarial.

Além dos diversos ativos com os quais estamos muito familiarizados como: óleo e gás, elétrico, siderurgia, mineração, agronegócio, saneamento, nuclear, transporte, petroquímica, hospitalar, entre outros, o Planeta Terra é, estrategicamente, o nosso Ativo mais importante.


A ONU emitiu, recentemente (2021), o novo Relatório IPCC – Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas onde explicita, claramente:


“É O SER HUMANO QUE TEM MUDADO O CLIMA DO PLANETA”.


Isto derruba a tese daqueles que afirmam que o aquecimento global é um fenômeno natural e não tem a ver com as ações do ser humano. Além desta importante constatação, existem diversos outros pontos abordados no Relatório da ONU, dos quais vou destacar apenas alguns:


· O Acordo de Paris tem como meta conter este aumento do aquecimento em 1,5 graus até o fim deste século!

· O aquecimento global pode chegar a 1,5 graus na próxima década, contribuindo, negativamente, para o alcance da meta do Acordo de Paris;

· O Planeta aqueceu 1,09 graus desde a era pré-industrial;

· 1,07 graus deste total foi pela ação do ser humano;


   ALGUMAS CONSEQUÊNCIAS DO AQUECIMENTO GLOBAL JÁ OBSERVADAS:


• Calor de 49 graus no Canadá;

• Grandes incêndios florestais em várias regiões do planeta, incluindo o Brasil;

• Inundações na Europa Central;

• Grandes áreas secas no Brasil;

• Maior degelo e, consequente, elevação do nível do mar.


   ALGUMAS MÁS NOTÍCIAS PARA O BRASIL:


• Maior desertificação do Nordeste;

• O Oeste da região centro-oeste, um dos celeiros do mundo, pode ser altamente afetada pelo extremo calor nas próximas décadas, isto vai impactar, negativamente, um segmento muito importante do PIB brasileiro: O AGRONEGÓCIO!

• O Brasil está sendo visto hoje, por boa parte da comunidade internacional, como uma AMEAÇA GLOBAL DO CLIMA, pelo aumento do desmatamento da AMAZÔNIA.


O RELATÓRIO DA ONU É UM ALERTA VERMELHO PARA REDUZIRMOS OS COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS NA NOSSA MATRIZ ENERGÉTICA, ANTES QUE DESTRUAM O PLANETA!


É importante que cada pessoa tenha uma clareza do grande problema que o nosso Planeta vive e o que podemos fazer para não o degradar mais.

A Gestão de Ativos pode ajudar muito se olharmos a Terra como o nosso Ativo mais importante e indispensável a vida e a sobrevivência dos demais ativos.


Ter uma visão estratégica é um aspecto fundamental na caminhada da Gestão de Ativos.


Fica à consideração de cada uma e de cada um de vocês relativo à caminhada neste presente e para o futuro!


É importante que cada uma e cada um de nós pense e aja dentro da filosofia de que:


“O AMANHÃ DEPENDE DE NÓS”.


Alan Kardec

Membro do Conselho de Administração e do Comitê de Gestão de Ativos da ABRAMAN